Segunda-feira, 17 de Outubro de 2011
Livro recomendado

Chega hoje às livrarias o romance Claraboia, de José Saramago. Este é um livro

escrito há muito tempo, nos idos anos 50. A Fundação Saramago explica a origem do romance: " Claraboia, o romance que José Saramago escreveu antes de entrar num tempo de silêncio que durou quase 20 anos, e que, de alguma maneira, teve a sua origem na falta de respeito com que o autor se sentiu tratado. José Saramago, com 30 anos recém cumpridos, entregou o que supunha vir a ser o seu segundo romance a um amigo, com relações editoriais, que se encarregou de levá-lo a uma editora portuguesa. Que nunca o editou, decisão que Saramago poderia aceitar, mas nunca daquela forma, durante meses e anos não lhe responderam e, para além disso, não devolveram o original. Foi assim até quarenta anos depois, quando recebeu a insólita notícia de que ‘numa mudança de instalações se havia encontrado um manuscrito e que estariam muito interessados em publicar’. Saramago agradeceu a oferta mas, disse, já não é o momento, já passaram muitos anos. E não quis ver publicada ‘Claraboia’ em vida, ainda que tenha deixado escrito que os que lhe sobrevivessem poderia fazer o que pensassem conveniente."

Mais uma oportunidade para aprofundares o universo da escrita do Prémio Nobel

José Saramago.



publicado por BE Lerporquesim às 10:39
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 2 de Maio de 2011
Livro recomendado

(...)Estavam as coisas neste pé e sem nenhuma expectativa de melhora quando o filho resolveu acabar com a desagradável situação. Apareceu em casa com a tigela de madeira e disse ao pai, Apartir de hoje passará a comer daqui, senta-se na soleira da porta porque é mais fácil de limpar e assim já a sua nora não terá de preocupar-se com tantas toalhas e tantos guardanapos sujos. E assim foi. Almoço, jantar e ceia, o velho sentado sozinho na soleira da porta, levando a comida à boca conforme lhe era possível, metade perdia-se pelo caminho, uma parte da outra metade escorria-lhe pelo queixo abaixo(...) Ao neto parecia não lhe importar o feio tratamento que estavam a dar ao avô, olhava-o, e depois olhava  e a mãe, e continuava a comer como se não tivesse nada a ver com o caso.(...) Que estás a fazer. O rapaz fingiu que não tinha ouvido e continuou a escavar na madeira com a ponta da navalha, isto passou-se no tempo em que os pais eram menos assustadíços e não corriam a tirar das mãos do filhos um instrumento de tanta utilidade para a fabricação de brinquedos. Não ouviste, que estás a fazer com esse pau, tornou o pai a perguntar, e o filho, sem levantar a vista da operação, respondeu. Estou a fazer uma tigela para quando o pai for velho e lhe tremerem as mãos, para quando o mandarem comer na soleira da porta, como fizeram ao avô. Foram palavras santas. Cairam as escamas dos olhos do pai, viu a verdade e a sua luz, e no mesmo instante foi pedir perdão ao progenitor e quando chegou a hora da ceia por suas próprias mãos o ajudou a sentar-se na cadeira, por suas próprias mãos lhe levou a colher à boca, por suas próprias mãos lhe limpou suavemente o queixo, porque ainda o podia fazer e o seu querido pai não(...)

  



publicado por BE Lerporquesim às 13:34
link do post | comentar | favorito

Domingo, 30 de Janeiro de 2011
Livro recomendado

 

Pouco

Aprisionado me sinto aqui

E com tristeza e saudade

Relembro tudo o que perdi.

Chove lá fora e chove cá dentro.

Não de minha vontade,

Mas melancolia fomento.

Para a minha alma,

Escasseia alimento.

Impávido e com toda a calma

Deixo escapar o talento.

Notoriamente, não o de escrever

Mas antes o de viver…

Lentamente sinto o tão meu eu morrer.

Não há problema!

Há-de vir um outro

Porque tudo o que escrevo,

Será sempre pouco.”

 

Foi no dia 22 de Janeiro, pelas 21h30,  na Casa da Cultura e da Juventude que

o aluno do 12º CLH,  José Luciano Pires, apresentou a sua primeira obra poética,

Por Amar Demasiado.

A Professora Elsa Cerqueira, apresentou a obra e deixamos aqui um excerto do

discurso da ex-professora de Filosofia do mais recente escritor da ESA.

(...)José Pires

Ama a vida com a irrequietude própria de quem alberga uma Alma rebelde

Regulando a sua existência pela busca incessante da singularidade criadora.

Todavia, a vida, com todos os seus paradoxos, é labiríntica

Tal como a palavra escondida

Tal como a palavra emancipada

Em cada poesia.

 

É um ilusionista

Um inventor de palavras

Desenha cada palavra e é desenhado por ela

Cumplicidade suprema no acto de criar.

(...)



publicado por BE Lerporquesim às 14:28
link do post | comentar | favorito

Domingo, 26 de Dezembro de 2010
Livro recomendado

Em época natalícia, eis um livro para ler em família.

"Joana não tinha irmãos e brincava sozinha. Mas de vez em quando vinham brincar os dois primos ou outros meninos. E, às vezes, ela ia a uma festa. Mas esses meninos a casa de quem ela ia e que vinham a sua casa não eram realmente amigos: eram visitas. Faziam troça das suas casas de musgo e maçavam-se imenso no seu jardim.

E Joana tinha muita pena de não saber brincar com os outros meninos. Só sabia estar sozinha.

Mas um dia encontrou um amigo. Foi numa manhã de Outubro."(...)

 

 

 

 



publicado por BE Lerporquesim às 19:29
link do post | comentar | favorito

Sábado, 20 de Novembro de 2010
Livro recomendado

“Estava por escrever um grande romance sobre a Guerra Colonial Portuguesa”. Assim se refere o escritor e jornalista José Rodrigues dos Santos ao seu mais recente livro, Anjo Branco.

A acção centra-se na figura do médico José Branco que em Moçambique criou o Serviço Médico Aéreo. O médico  deslocava-se num pequeno avião numa época em que as condições de vida eram muito precárias, e ficou famoso como o “ anjo branco” por descer do céu vestido de branco.

"Inspirei-me no meu pai: o romance conta a história de um médico que é punido pela administração colonial e enviado para Tete, um sítio perdido no coração de África conhecido por "o cemitério dos brancos"", disse o autor, em entrevista à Lusa.

Jose R. dos Santos demorou vários anos a escrever este livro pois teve que fazer muitas investigações e entrevistas a pessoas que viveram a guerra colonial, e deslocou-se duas vezes a Moçambique, aos locais da acção.

 

 

 

 

 



publicado por BE Lerporquesim às 23:45
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 1 de Outubro de 2010
Livros na estante - Centenário da implantação da República

Como sabes, comemora-se este ano o centenário da implantação da nossa República. Foi há cem anos que a monarquia deu lugar à República. Este acontecimento levaria a que o rei à época, D.Manuel, juntamente com a sua famíla, se exilasse no Brasil.

Os jornais da época, como o Diário de Notícias seguiram os acontecimentos do dia 5 de Outubro e nas edições dos anos seguintes ofereceram um importante retrato dos costumes sociais da época. Recentemente este jornal iniciou uma colecção em fascículos das notícias da jovem República, a que deu o nome de "As estórias nunca contadas pela história" É uma compilação muito interessante onde poderás descobrir histórias do teu país, retratos de uma sociedade que aprendia a viver com uma bandeira verde e encarnada, e que alimentava o sonho da participação do povo nos destinos do país.     



publicado por BE Lerporquesim às 23:52
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 2 de Julho de 2010
Sugestões para férias

Um livro, O Elefante Evapora-se, novo título do japonês Haruki Murakami.

17 pequenos contos aparentemente banais.

Num sufocante dia de Verão, um advogado põe-se à procura do seu gato e dá de caras com uma estranha rapariga num jardim abandonado nas traseiras de casa. Mais adiante, as dores provocadas a meio da noite pela fome levam um jovem casal de recém-cadasos a fazer uma incursão nocturna e a assaltar um McDonald’s para conseguir deitar a mão a trinta hambúrgueres Big Mac, realizando assim um secreto desejo que já vinha dos tempos da adolescência. Um homem fica obcecado pela misteriosa e incrível saga de um elefante que se desvanece em fumo e desaparece da noite para o dia sem deixar rasto. Sem esquecer as confidências de uma mulher casada e jovem mãe com insónias que passa as noites em claro, a ler Tolstoi, e acorda para a vida num mundo indefinido de semiconsciência em que tudo se afigura possível - até mesmo a morte. ( Sinopse Wook online)


 





publicado por BE Lerporquesim às 00:16
link do post | comentar | favorito

Sábado, 1 de Maio de 2010
Livro recomendado

Quem o recomenda é a nossa professora Cristina Afonso, neste dia do Trabalhador.

"É o povo camponês a batalhar, do nascimento à morte, para permanecer vivo; povo que teimosamente exige o trabalho que lhe dará o pão; que pede justiça, se perseguido inocentemente; que não suporta ver a fome dos filhos e as searas por colher; povo que a pouco e pouco se conscientiza e se levanta do chão", diz a ensaísta brasileira Beatriz Berrini

 

 

 



publicado por BE Lerporquesim às 22:55
link do post | comentar | favorito

Domingo, 25 de Abril de 2010
Livro recomendado

Diz José Jorge Letria, no início deste livro:

"Para que não esqueças Abril

Todos os anos têm um mês de Abril e todos os meses de Abril têm um dia 25. Porém, o dia 25 de Abril de 1974 foi um dia especial para os Portugueses. Porquê? Porque o país e os seus habitantes voltaram a viver em liberdade, depois de quase cinquenta anos de tristeza e e de silêncio."

E termina dizendo:" Se um dia esqueceres de tudo quanto te contei, lembra-te, pelo menos, que Abril é todos os dias. desde que tu queiras. Essa é a melhor homenagem que poderás prestar a quem o fez."

 



publicado por BE Lerporquesim às 13:07
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim
.Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Livro recomendado

. Livro recomendado

. Livro recomendado

. Livro recomendado

. Livro recomendado

. Livros na estante - Cente...

. Sugestões para férias

. Livro recomendado

. Livro recomendado

.arquivos

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar